sexta-feira, 30 de Abril de 2010

Bacalhau com grão no forno, com crosta de broa de milho


Apetecia-me bacalhau, mas não estava muito virada para o típico bacalhau com batatas cozidas.
Resolvi prepará-lo assim e, de uma preparação super simples, nada trabalhosa e rápida, nasceu uma refeição bem saborosa.
Foi para mim e para o maridão; a filha só quis ovo e provou o bacalhau, mas não ficou muito convencida. Mas também já tinha comido a sopinha dela e mais uns petiscos!!
O marido aprovou , repetiu e até sugeriu que a próxima vez experimentasse a juntar também uma camada de couve cozida!
Usei:
2 postas de bacalhau
3 ovos
1/2 broa de milho pequena
1 lata (grande) de grão cozido
azeite q.b.
E fiz assim:
Cozi o bacalhau e os ovos. Deixei que arrefecessem e limpei as postas de bacalhau de peles e espinhas, lasquei-as grosseiramente e reservei. Descasquei os ovos, cortei-os em rodelas e reservei também.
Num pirex de ir ao forno e à mesa, coloquei o grão bem escorrido.
Por cima do grão coloquei as lascas de bacalhau e, por cima destas, as rodelas de ovo cozido.
Reguei generosamente com azeite.
Por cima de tudo, coloquei a broa de milho (picada na 1,2,3) e reguei com mais azeite.
Levei a forno pré-aquecido a 200ºC até a broa formar uma crosta dourada e crocante.
Servi de imediato.
Bom apetite e um óptimo fim de semana!

quinta-feira, 29 de Abril de 2010

Feijão em molho de tomate com chouriço

Hoje venho deixar-vos um dos acompanhamentos que preparei para os bifes de peru que apresentei no post anterior.
Não sendo muito adepta deste tipo de comida enlatada pré-cozinhada, reconheço que dá algum jeito para desenrascar em alturas em que temos menos tempo ou estamos (ainda) mais ocupadas!
Vai daí, resolvi comprar uma lata de feijão em molho de tomate (usei da Heinz, passo a publicidade!) e prepará-lo desta forma. Resultou num acompanhamento muito agradável e que agradou ao meu pessoal lá de casa! E, além disso, também é bem rápido de preparar!

Ingredientes:
chouriço caseiro cortado em pequenos cubos
1 lata de feijão em molho de tomate

Preparação:
Levei o chouriço a fritar durante 2-3 minutos, numa frigideira anti-aderente sem qualquer gordura.
Juntei o conteúdo da lata de feijão à frigideira e deixei sobre lume brando, envolvendo bem com a colher de pau, para o feijão e o molho tomarem bem o gosto do chouriço.
Servi de imediato.

E depois fui descansar, porque esta receita deixou-me completamente estafada, de tão difícil e trabalhosa que é!! Eheheheh!!

Bom apetite!

quarta-feira, 28 de Abril de 2010

Bifes de peru em molho de marinada com sementes de mostarda

Carne de peru e de frango é coisa que gosto muito de ter em casa, pela sua enorme versatilidade e facilidade de preparação.
Com uns bifes de peru que tinha no congelador, preparei este jantar bem simples e muito saboroso.
Foram acompanhados com arroz basmati bem soltinho e feijão em molho de tomate que vos apresentarei num próximo post.
Hoje, fiquemo-nos pelo bifes!

Ingredientes:
3 bifes de peru (os meus cortei-os ao meio, para melhor fritura)
massa de pimentão
alho em pó
sal
sementes de mostarda
mistura de tempero de alho e salsa
1 cubo de caldo Knorr para bifes
vinho branco
margarina (para fritar)

Preparação:
Comecei por temperar os bifes com sal (pouco), massa de pimentão, alho em pó e vinho branco. Deixei marinar por 10-15 minutos.
Escorri-os (reservando o líquido da marinada) e levei a fritar em margarina, até ficarem douradinhos de ambos os lados.
Retirei-os da frigideira e reservei quentes (num prato tapado com papel de alumínio).
À frigideira, acrescentei o cubo de caldo Knorr, o líquido da marinada e temperei com sementes de mostarda e a mistura de tempero de alho e salsa. No meu caso, ainda tive de acrescentar um pouquinho mais de vinho branco.
Deixei ferver durante 1-2 minutos, para desfazer o cubo de caldo e reduzir o molho, e juntei novamente os bifes à frigideira, deixando sobre lume brando até ao momento de servir, voltando os bifes para tomarem bem o gosto do molho.

Bom apetite!



Esta foi a primeira vez que experimentei as sementes de mostarda e gostei bastante do sabor delicado que conferiram ao prato. E que lindinhas ficam as bolinhas !!!

sexta-feira, 23 de Abril de 2010

Lulas em molho de cerveja e mostarda

Esta foi uma semana em que o blog da nossa amiga Luísa Alexandra me serviu de inspiração para o menu lá de casa! E não é nada de admirar, pois não? Com tantas delícias que ela partilha com todas nós, o difícil mesmo é escolher!!
Pois bem, este foi o jantar servido ontem e fez as delícias do meu pessoal. A filhota acompanhou com "massa dos lacinhos", como ela lhe chama, e os pais com puré de batata caseiro.
Resulta num prato bem prático, fácil e rápido de preparar, em que o que mais demora é mesmo esperar que as lulas fiquem tenrinhas!

Ingredientes:
lulas (não pesei, pois acabei uns pacotes que tinha no congelador, de argolas de lulas e lulas médias inteiras que cortei em pedaços)
1 cebloa média, picada
2 dentes de alho, picados
1 colher (sopa) de farinha
1 colher (sopa) de mostarda
1 cerveja (pequena)
2 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de margarina
sal e pimenta q.b.
coentros picados q.b.

Preparação:
Refoguei a cebola e o alho no azeite misturado com a margarina, até a cebola começar a ficar translúcida.
Juntei-lhes as lulas, limpas e cortadas em pedaços (as que estavam inteiras, e não cortei em pedaços muito pequenos porque encolhem sempre um pouco), e deixem que suassem durante uns 5 minutos.
À parte, numa tigela, misturei bem a farinha com a mostarda e diluí na cerveja. Juntei às lulas no tacho, temperei com um pouco de sal e pimenta e deixei cozinhar com o tacho tapado, em lume muito brando, mexendo de vez em quando até as lulas se apresentarem tenras e o molho apurado.
Rectifiquei o tempero, polvilhei com coentros picados e servi de imediato, com os acompanhamentos que referi acima.

Bom apetite e um óptimo fim de semana!

quinta-feira, 22 de Abril de 2010

Medalhões de pescada gratinados com molho de camarão

Esta receita resultou de um copianço que fiz à nossa querida amiga Luísa aqui e espero que ela não se importe! Tinha deixado uns medalhões de pescada a descongelar, mas não sabia ainda bem como iria prepará-los, pois apetecia-me experimentar uma receita diferente, mas não muito elaborada. Sendo assim, esta pareceu-me ideal e não me enganei!
Preparei um jantar delicioso, sem ter de passar muito tempo à volta com os tachos e panelas.
Obrigada, Luísa, por partilhares estas delícias connosco.
As únicas alterações que fiz à receita da nossa querida amiga foi acrescentar umas barritas de delícias do mar e mudar a cobertura pois, à falta da broa de milho, cobri os medalhões com maionese e polvilhei com pão ralado. E não é que ficaram óptimos?!
Aqui fica, então, mais esta sugestão.

Ingredientes:
1 embalagem de medalhões de pescada (tinha 4)
azeite q.b.
1 pacote de natas para culinária
3 colheres (sopa) de creme de marisco (pó)
3 colheres (sopa) de maionese
pão ralado q.b.
4 barritas de delícias do mar, cortadas em rodelas
pimenta e noz moscada q.b.

Preparação:
Num pirex de ir ao forno e à mesa coloquei azeite a cobrir o fundo e, sobre ele, coloquei os medalhões de pescada e temperei-os com pimenta e noz moscada.
À parte, numa tigela, misturei as natas com o pó do creme de marisco e as delícias do mar.
Verti a mistura sobre os medalhões e levei ao forno pré-aquecido a 200ºC durante cerca de 20 minutos.
Voltei, então, os medalhões, cobri-os com a maionese e polvilhei com o pão ralado.
Deixei no forno por mais uns minutos, até o pão ralado se apresentar douradinho, e servi de imediato, com o mesmo acompanhamento da nossa amiga (tagliatelle salteada com cogumelos e alho em azeite). Isto é que foi copiar!!!! Eheheh!

Bom apetite!

quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Sempre a crescer...


E só para ficar o registo: hoje, pouco antes do jantar, a minha filhota ficou um nadinha mais leve!!!
Como o tempo passa! E como mudam as coisas! Há uns tempos atrás, contávamos cada dentinho que lhe nascia; agora vamos passar a contar os que lhe vão caindo!!
Está a crescer, a minha princesinha linda!

Tiras de peru enriquecidas com camarão, cenoura e molho de soja

Com uns bifes de peru que tinha no congelador, saiu este prato para o jantar de um dia da semana passada lá por casa e que agradou bastante.
Resultou numa comidinha bem simples e saborosa, conjugando diversos sabores e ingredientes.

Usei:
3 bifes de peru, cortados em tiras
1 cenoura média, em juliana fina
1 lata (pequena) de cogumelos, cortados em lâminas
miolo de camarão(não pesei; usei o resto de um pacote que tinha no congelador)
1 cebola média, finamente picada
alho em pó q.b.
azeite q.b.
sal e pimenta q.b.
1 colher (café) de mistura de tempero de alho e salsa
1/2 barra de tempero de Natas e Cogumelos
1/2 pacote de natas de culinária
leite q.b.
2 colheres (sopa) de molho de soja

E fiz assim:
Temperei as tiras de peru com sal e pimenta e reservei.
Refoguei a cebola e alho em pó em azeite, até a cebola começar a ficar translúcida.
Juntei o peru e deixei fritar durante uns minutos, até a carne perder o tom rosado.
Acrescentei, então, o camarão, os cogumelos e a cenoura, reguei com o molho de soja e deixei cozinhar sobre lume brando por 5 minutos, mexendo com a colher de pau.
Juntei ao tacho a barra de tempero de natas e cogumelos, as natas e um pouco de leite e deixei cozinhar durante mais 5 minutos, envolvendo tudo muito bem.
Polvilhei com a mistura de tempero de alho e salsa, rectifiquei de sal e servi de imediato.

Bom apetite!

terça-feira, 20 de Abril de 2010

Salada de tortellini com atum,tomates cherry e azeitonas

Esta espécie de salada foi o meu jantar um dia destes e soube-me muito bem. Serviu para aproveitar meia embalagem de tortellini que necessitava de ser consumida e uns tomates cherry que andavam no frigorífico à espera de melhores dias.


Usei:
1/2 embalagem de tortellini recheados com queijo ricotta e espinafres
8 tomates cherry cortados ao meio
1 lata de atum bem escorrido e desfeito em pedaços
azeitonas verdes recheadas com pimento, cortadas em rodelas
azeite
vinagre
sal
molho de iogurte para saladas
(acrescentei também um restinho de ovos mexidos que tinha preparado para a minha filhota e para o meu marido)


Fiz assim:
Comecei por cozer os tortellni conforme as instruções na embalagem. Escorri e reservei para que arrefecessem um pouco.
Numa saladeira, misturei todos os ingredientes e temperos e envolvi tudo muito bem.
Servi de seguida (a mim mesma!!!) e soube-me muito bem!


Bom apetite!


segunda-feira, 19 de Abril de 2010

Festa da Flor 2010


No passado fim-de-semana, decorreu aqui no Funchal a conhecida Festa da Flor. Apesar de se ter notado que, em termos de quantidade de flores e de arranjos expostos, estava um pouco mais pobre do que em anos passados, foi bonito ver que a cidade (e a ilha em geral) está, aos poucos, a voltar à normalidade e a recuperar a sua exuberância.
A foto de cima diz tudo...
Deixo-vos algumas imagens para terem uma idéia do que se pôde ver por cá.













quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Polvo à lagareiro com batatas a murro

Adoro polvo, lulas, chocos... E como não podia deixar de ser, adoro polvo à lagareiro!
Este preparei-o há algum tempo atrás, como jantar lá em casa, e soube-me pela vida!!

Ingredientes:
1 polvo (o meu tinha cerca de 1,2kg)
1 cebola
3 cravinhos
azeite
sal
salsa picada
batatinhas novas
5 dentes de alho

Preparação:
Levei o polvo a cozer na panela de pressão com um pouco de água temperada de sal e uma cebola, descascada e inteira, com os cravinhos lá espetados.
Depois de cozido (demorou cerca de 20-25 minutos, após começar a apitar) deixei-o arrefecer e cortei-o em pedaços.
À parte, lavei muito bem as batatas, com casca, passei-as por sal e levei-as a assar num tabuleiro, em forno pré-aquecido a 200ºC. Depois de assadas, dei-lhes um murro ao de leve, para ficarem esborrachadas (mas não esmagadas!).
No centro de um tabuleiro maior com o fundo coberto com azeite e 3 dentes de alho bem picadinhos, coloquei os pedaços de polvo cozido. À sua volta, coloquei as batatas assadas e reguei tudo generosamente com azeite.
Polvilhei o polvo com um pouco de salsa picada e os restantes dentes de alho picados, reguei com mais um pouco de azeite e levei novamente ao forno, até o polvo apresentar um aspecto douradinho.
A meio do processo, remexi o polvo e as batatas, para se impregnarem bem de azeite e tomarem bem o gosto do azeite e do alho.
Servi de imediato, acabadinho de sair do forno.

Bom apetite!


quarta-feira, 14 de Abril de 2010

Pudim de maracujá


Como sobremesa do almoço de Domingo de Páscoa lá em casa, preparei este pudim que é muito usual cá na ilha, em quase todos os restaurantes, preparado com algumas variantes de local para local.
Esta receita foi-me passada pela minha amiga e colega C.C. e é uma verdadeira delícia.

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 pacote de gelatina de ananás
6 ou 7 maracujás, ou polpa de maracujá de compra (eu usei 1/2 embalagem das pequenas de uma polpa congelada que costuma estar à venda nos supermercados - esta foi comprada no Modelo)
2 pacotes de natas

Preparação:
Dissolve-se o pó da gelatina na quantidade de água indicada na embalagem (1/4 l de água a ferver + 1/4 l de água fria).
Deixa-se arrefecer ligeiramente (se se usar polpa congelada, a própria polpa ajuda a arrefecer) e junta-se a polpa dos maracujás e o leite condensado. Mistura-se bem, com uma vara de arames ou uma colher de pau.
À parte, batem-se as natas e juntam-se ao preparado anterior. Mistura-se tudo muito bem, de forma a ficar um preparado homogéneo.
Leva-se ao frigorífico e serve-se bem fresquinho, decorado a gosto, numa taça grande ou em tacinhas individuais.
O meu, neste dia, não o decorei, mas pode servir-se com um pouco mais de polpa de maracujá por cima.

Bom apetite!

terça-feira, 13 de Abril de 2010

Cabrito assado no forno

Hoje venho apresentar-vos o prato principal do almoço do Domingo de Páscoa lá por casa, preparado pela minha mãe, que se encontrava aqui na Madeira a passar uns dias (ela e o meu pai!).
Pode não ser uma comida muito original, pois nesta altura é dos pratos mais habituais à mesa dos portugueses, mas estava divino!!
A receita não deve diferir muito das que habitualmente vemos por aí, mas aqui fica também o meu apontamento!

Ingredientes:
cabrito
alho picado
salsa picada
azeite
colorau
massa de pimentão
massa de alho
sal
vinho branco
sumo de uma laranja
louro
margarina

Preparação:
Começámos por, no dia anterior, de manhã, lavar a carne e temperá-la de sal.
Ao fim do dia, voltámos a passar a carne por água e temperámo-la com uma mistura composta por todos os outros ingredientes que indico acima (à excepção da margarina). Ficou a repousar de um dia para o outro, dentro do tabuleiro onde iria assar. Antes de nos deitarmos ainda voltámos a carne dentro do tabuleiro.
No próprio dia, colocámos umas nozinhas de margarina por cima da carne e levámos a assar em forno pré-aquecido a 200ºC, até estar tostadinho.
Foi servido com batatas assadas (como podem ver na foto!) e arroz branco, soltinho.
Obrigada, mamã!!

Bom apetite!

segunda-feira, 12 de Abril de 2010

Omelete recheada com alheira

Lembram-se da omelete que vos sugeri aqui? Pois na passada sexta-feira, ao jantar, repeti a receita mas, desta vez, substituí a farinheira por alheira de Mirandela e devo dizer que ficou muuuiiito melhor!! Uma verdadeira delícia, na minha opinião! Façam de conta que não repararam nas batatas fritas que a acompanham, na primeira foto, e fiquem com mais esta sugestão!
Uma óptima semana para todas/os!

Ingredientes:
6 ovos (3 para cada omelete)
1 alheira de Mirandela
sal e pimenta q.b.
salsa picada q.b.
1 colher (chá) de mistura de tempero de alho e salsa picados (da Espiga)
margarina q.b.

Preparação:
Comecei por levar a alheira a fritar, numa frigideira anti-aderente, sem qualquer gordura, durante 3 ou 4 minutos (a alheira estava previamente picada com um garfo, para não rebentar).
Depois de frita, retirei-lhe a pele e deixei o recheiro na frigideira, mexendo com a colher de pau, por forma a fazer uma espécie de papa mole. Reservei quente.
Bati os ovos (3 da cada vez) temperados de sal, pimenta, salsa picada e a mistura de alho e salsa e preparei a omelete como habitualmente.
Depois de pronta, deitei o recheio da alheira (metade para cada omelete) e enrolei com cuidado, deixando fritar durante mais 1 ou 2 minutos.
Servi de imediato, acompanhada de batatas fritas caseiras.
Bom apetite!

sexta-feira, 9 de Abril de 2010

Caril de atum

Sempre que vou à Fnac não resisto a fazer uma visitinha à secção dos livros de culinária e acabo sempre por não resistir também a trazer algum comigo para casa! Numa das minhas últimas visitas, acabei por adoptar um livrinho das edições Impala com o título "Cozinhar com... Atum" e esta foi a primeira receita que experimentei e agradou bastante lá em casa.

Ingredientes que usei (para 2 pessoas e meia):
1 cebola média, picada finamente
1 dente de alho, picado finamente
1 tomate, limpo de peles e sementes, cortado em pequenos cubos
2 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de caril em pó
1 dl de vinho branco
1 colher (sopa) de polpa de tomate (acrescento meu)
2 latas de atum, bem escorrido
4 barras de delícias do mar (acrescento meu)
sal q.b.
salsa picada q.b.

Modo como preparei:
Refoguei a cebola e o alho no azeite e, quando a cebola começou a ficar translúcida, juntei o tomate ao refogado, a polpa de tomate, temperei de sal e acrescentei o caril.
Deixei refogar mais um pouco e reguei com o vinho.
Juntei, então, o atum desfeito grosseiramente em pedaços e as delícias do mar cortadas em rodelas.
Deixei cozinhar durante mais 1 ou 2 minutos, polvilhei com salsa picada e servi de imediato, acompanhado de puré de batata e cenoura.

Bom apetite e um óptimo fim de semana!

quinta-feira, 8 de Abril de 2010

Molotoff com creme de ovos


Este pudim é dos meus favoritos, ou não fosse eu uma grande gulosa!! Mas como também só o faço e como em dias de festa (e não todos!!) acho que estou perdoada! Gosto muito de molotoff, mas para mim aquele só com caramelo líquido a fazer o molho sabe-me sempre a pouco.
Com este creme de ovos, pelo contrário, regalo-me toda, mas tenho de controlar-me para que o pecado não seja assim tão grave!!
Este foi preparado como uma das sobremesas que servi no jantar por ocasião do aniversário do meu marido e não sobrou nada.

Ingredientes:
7 ovos à temperatua ambiente
7 colheres (sopa) + 150 grs. de açúcar
4 colheres (sopa) de caramelo líquido (usei do de compra)
250 ml de água
chocolate granulado q.b.

Preparação:

Separar as gemas das claras e bater estas últimas em castelo bem firme, adicionando as colheres de açúcar e ir batendo a cada adição, até as claras estarem em ponto de suspiro.
Acrescentar o caramelo líquido e envolver bem nas claras, sem bater.
Barrar uma forma com chaminé com margarina e verter nela as claras batidas. Bater (levemente!) com o fundo da forma na bancada da cozinha ou na mesa para desfazer qualquer bolha de ar que se tenha formado no interior.
Levar a forno pré-aquecido a 180ºC durante 7 minutos (nem mais, nem menos!)
Desenformar ainda quente e reservar.

Entretanto, faz-se o creme: leva-se o restante açúcar ao lume, juntamente com a água, e deixa-se ferver durante uns minutos para que o açúcar dissolva e o preparado engrosse ligeiramente (não é preciso fazer ponto de estrada). Retira-se do lume e deixa-se que arrefeça um pouco.
À parte, bate-se as gemas e mistura-se ao preparado de água e açúcar já arrefecido.
Leva-se novamente ao lume (brando), mexendo sempre até engrossar um pouco.
Rega-se o molotoff com este creme e decora-se a gosto (eu apenas polvilhei com chocolate granulado).

Bom apetite!

quarta-feira, 7 de Abril de 2010

Lazanha de frango e espinafres

Este receita foi também retirada do livro que mencionei na postagem anterior e resultou numa lazanha diferente, bem rápida de preparar e saborosa.

Ingredientes:
300 grs de espinafres cozidos, picados e bem escorridos
1/2 colher (chá) de noz moscada em pó
400 grs de carne de frango cozida, sem ossos nem peles e desfiada
5 folhas de lazanha pré-cozidas
1 pacote (pequeno) de molho béchamel de compra
queijo mozzarela
sal e pimenta
oregãos secos

Para o molho de tomate:
1 lata (pequena) de tomate pelado, picado
1 cebola, finamente picada
1 dente de alho, picado
1,5 dl de vinho branco
3 colheres (sopa) da calda do tomate pelado
1 colher (chá) de oregãos secos
sal e pimenta

Preparação:
Comece por fazer o molho de tomate: coloque os tomates numa frigideira e adicione a cebola, o alho, o vinho, a calda do tomate e os oregãos. Deixe ferver em lume brando durante 20-25 minutos, mexendo de vez em quando, até o molho ficar espesso. Tempere bem de sal e pimenta e reserve.
Escorra novamente os espinafres e espalhe-os sobre papel de cozinha para garantir que é absorvida tanta água quanto possível. Espalhe os espinafres num tabuleiro de ir ao forno, polvilhe com noz moscada e tempere.
Distribua o frango sobre os espinafres e deite por cima o molho de tomate.
Disponha as folhas de lazanha sobre o molho de tomate.
Deite o molho béchamel sobre a lazanha e polvilhe com o queijo e mais alguns oregãos secos.
Leve ao forno, previamente aquecido a 200ºC, durante 25 minutos ou até ficar tostada.
Sirva quente.

Bom apetite!

terça-feira, 6 de Abril de 2010

Frutos do mar com espirais

Mais uma receita de massa que saiu da minha cozinha. Desta vez fui encontrá-la num pequeno livrinho com o título "Gratinados - Receitas práticas ilustradas passo-a-passo" e, depois de feitas algumas pequenas alterações aos ingredientes originais, saiu este prato bem agradável e sempre benvindo cá por casa!
Passo a indicar a receita tal como aparece no referido livro, com as minhas alterações a negrito.

Ingredientes:
350 grs de macarrão curto seco (usei espirais)
1 colher (sopa) de azeite, mais um pouco para untar
85 grs de manteiga, mais um pouco para untar
2 bolbos pequenos de funcho, finamente fatiados, guardando-se a rama (como não tinha, e apesar de não ser a mesma coisa, usei 1 cebola média cortada em rodelas)
175 grs de cogumelos, finamente fatiados
175 grs de camarões, cozidos e sem casca
pitada de pimenta de Caiena (como não tinha, usei pimenta preta)
300 ml de molho béchamel (usei de compra)
55 grs de queijo parmesão, ralado no momento (usei mozzarela)
2 tomates grandes, fatiados
1 colher (chá) de oregãos secos
sal

Preparação:
Ponha uma caçarola com água e sal a ferver. Adicione a massa e o azeite e coza até ficar macia mas firme, al dente. Escorra e volte a meter na caçarola. Adicione 25 grs de manteiga, tape, abane a caçarola e mantenha a massa quente.
Derreta o resto da manteiga numa frigideira. Frite o funcho (no meu caso, cebola) durante 3-4 minutos. Junte os cogumelos e frite durante mais 2 minutos. Adicione o camarão e retire do lume.
Misture o preparado de cogumelos e camarão com o molho béchamel, tempere de sal e pimenta e misture a massa cozida. Envolva tudo com cuidado, deite numa assadeira e espalhe bem.
Polvilhe com o queijo e disponha as fatias de tomate num aro pelo rebordo da assadeira. Pincele os tomates com azeite e polvilhe com os oregãos.
Leve ao forno, previamente aquecido a 180ºC, durante 25 minutos ou até tostar.
Sirva de imediato.
Bom apetite!

segunda-feira, 5 de Abril de 2010

Magret de pato

Esta foi a primeira vez que preparei peito de pato e depois de espreitar em vários locais, esta foi a forma como acabei por prepará-lo, inspirando-me um pouco em cada receita diferente que vi.

Ingredientes:
1 peito de pato (o meu tinha cerca de 400 grs)
sal e pimenta q.b.
1 dl de vinho branco
1/2 caldo Knorr de carne

Preparação:
Com uma faca afiada fiz golpes em forma de losangulos, em toda a superfície da pele. Temperei de sal e pimenta.
Numa frigideira anti aderente, coloquei o peito de pato com a pele virada para baixo e sem adicionar qualquer gordura. Deixei cozinhar até a pele estar douradinha.
Virei o peito ao contrário e deixei cozinhar durante mais uns minutos, mas sem deixar a carne ficar demasiado passada (o peito, ao ser cortado em fatias, deverá apresentar sempre um tom mais ou menos rosado).
Retirei o peito da frigideira e reservei quente.
À gordura na frigideira, acrescentei o vinho e o caldo de carne e deixei ferver durante uns minutos, até o caldo estar derretido e o molho um pouco mais reduzido.
Introduzi o peito de pato novamente na frigideira e deixei mais 2-3 minutos em lume brando.
Servi o peito cortado em fatias e regado com o molho.

Bom apetite!


Por acaso alguém conhece alguma receita de peito de pato com molho de laranja como o que costuma ser servido nos restaurantes chineses (ou o mais parecido, claro!)?Obrigada!!

domingo, 4 de Abril de 2010

Um pouco de "humor pascal"...


(imagem retirada da net)

sexta-feira, 2 de Abril de 2010

(imagem retirada da net)

Uma Santa e muito Feliz Páscoa para todas/os as/os amigas/os que por aqui passam e suas respectivas famílias, com muita saúde, alegre convívio à volta da mesa recheada de coisas boas e algumas amêndoas e ovos de chocolate para adoçar ainda mais essa linda convivência!! Mas com moderação, vejam lá!!
Beijinhos para todas/os!

quinta-feira, 1 de Abril de 2010

Reciclando frango de churrasco

Este foi o destino de umas sobras de frango de churrasco que tinha no frigorífico e o resultado foi uma refeição bem saborosa e nada complicada de preparar! Aqui fica a sugestão.

Ingredientes:
sobras de frango de churrasco
1 salsicha tipo hot-dog, em rodelas (andava perdida no frigorífico, dentro do frasco!)
1 tomate pequeno
1 cebola pequena
1 dente de alho
1 colher (sopa) de polpa de tomate
1 dl de vinho branco
sal e pimenta q.b.
salsa picada q.b.

Preparação:
Comecei por desossar o frango, limpá-lo de peles e cortá-lo grosseiramente aos pedaços. Reservei.
Refoguei a cebola e o dente de alho finamente picados em azeite e, quando a cebola começou a ficar translúcida, juntei os pedaços de frango e a salsicha. Deixei cozinhar por uns minutos.
Adicionei o tomate, limpo de peles e sementes e cortado em pequenos cubos, a polpa de tomate, o vinho, temperei de sal e pimenta e deixei cozinhar até o tomate estar desfeito e o molho apurado. Polvilhei com salsa picada e servi de imediato, acompanhado de espirais cozidos.