quarta-feira, 4 de junho de 2008

Fígado com Batatas

Ontem para o jantar, fiz esta receita que vos apresento hoje mas, por problemas com a minha máquina fotográfica, não me é possível deixar também a respectiva foto... Sorry! Prometo adicioná-la assim que me seja possível (ou seja, a próxima vez que preparar este prato!!).

Esta é uma forma diferente de preparar o fígado e a mim agrada-me bastante! Foi anotada há já vários anos, um dia em que assistia a um programa de culinária apresentado por um chef espanhol muito conceituado : o Karlos Argiñano. É um chef muito simpático, alegre e bem humorado, que na altura tinha um programa diário num dos canais da televisão espanhola a que eu assistia religiosamente!

Então, aqui vos deixo a receita:

Ingredientes:
400 grs de fígado de porco, cortado aos bocados
2 colheres (chá) de massa de pimentão
1 cebola média, picada
3 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de farinha
1/2 litro de caldo de carne (dissolvi 1 caldo Knorr de carne em água fervente)
1 dl de vinho branco
5 batatas médias, cortadas aos cubos
1 dente de alho + salsa q.b., picados juntos
sal q.b.

Preparação:
Umas horas antes, temperei o fígado com sal e a massa de pimentão e reservei no frigorífico.
À hora de preparar a refeição, refoguei a cebola no azeite até ficar transparente. Juntei o fígado e deixei fritar um pouco, até este perder a cor de crú.
Adicionei a farinha e mexi bem, até a farinha cozer. Juntei o caldo de carne, o vinho, a salsa e o alho picados e deixei cozinhar em lume brando até o fígado estar macio e o molho mais espesso.
À parte, fritei as batatas, deixando-as mais moles do que o habitual, e misturei-as ao preparado do fígado.
Deixei apurar, rectifiquei os temperos e servi de imediato, acompanhado com uma salada de alface.

9 comentários:

Marizé disse...

Tenho o hábito de preparar o figado sempre da mesma maneira: iscas.
Esta é uma boa sugestão para variar.

Bj

risonha disse...

fígado é das coisas que ou se adora ou se detesta.
eu pertenço ao grupo dos que adora.
mesmo sem foto consegue perceber-se que a receita é muito boa e que o fígado deve ter ficado delicioso.

anna disse...

O problema é eu não gostar de fígado... será que é uma mania, igual à que tinha com as favas de que agora já gosto?
Beijos.

Bela disse...

Estou com a risonha, pertenço ao grupo de adora.
Bjinhos da Bela

Agdah disse...

Eu gosto muito de fígado e mesmo sem foto posso imaginar que tenha ficado muito bom.

Manuela disse...

Já não faço há imenso tempo. Gostei da sugestão :-)

Vivian disse...

hum, de porco? aqui em casa apreciamos muito o figado de galinha. Terei que provar essa sua receita
bjos

ritinha disse...

Mais uma que pertence ao grupo de adora, tal como a marizé tambem tenho o habito de preparar da mesma maneira e é optima a tua ajuda porque lá em casa adoram.
bjokas

Carmencita disse...

Menina... deu água na boca só de imaginar, muito boa essa receita.Nunca fiz com fígado de porco mas muito me interessou.Bjss.